No dia 28 de junho, o Departamento Nacional de Tratamento de Água (DNTA) da ABRAVA marcou presença e ministrou duas palestras no painel “Cuidados e boas práticas no uso da água em hospitais” na III Jornada de Controle de Contaminação em áreas Hospitalares que apresentou o tema “Fluxo e Qualidade do Ar e da Água em edificações”. O evento foi realizado pela SBCC – Sociedade Brasileira de Controle de Contaminação, e teve por objetivo reunir profissionais da área hospitalar para atualização em assuntos como arquitetura hospitalar, contaminação pelo ar e pela água. A jornada aconteceu no auditório do Hospital Emilio Ribas – SP.

A jornada foi aberta pelo vice-presidente da SBCC, o eng. Antonio Gamino, seguido do Dr. Luiz Carlos Pereira Junior – diretor do Hospital Emilio Ribas. O eng. Orlando Azevedo coordenou o evento, que teve seu conteúdo programático dividido em três blocos.

Renomados profissionais estiveram à frente das palestras, entre eles o presidente do DNTA Charles Domingues, químico e especialista em tratamento de águas, que levou para o evento a palestra de tema “O Anexo XX da Portaria de Consolidação 5 do Min. Saúde e Os Usos Múltiplos da Água em Ambiente Hospitalar”. Para Charles, “A ideia do tema foi quebrar o paradigma de muitos usuários, que é somente se preocupar com água para consumo humano. Em um ambiente hospitalar, temos vários usos para água, que vão desde consumo humano até uma água classificada para uso em hemodiálise. É muito importante que os usuários conheçam a especificação da água para cada setor e ou equipamento na área hospitalar. Um ponto de destaque do evento foi a interação do público com o tema tratamento de águas”.

O vice-presidente do DNTA Sérgio Belleza, também ministrou sua palestra com o tema “Cuidados com a conservação da água em ambiente hospitalar, e seu usos alternativos de água em ambiente hospitalar”.  Ao final das duas palestras, o interesse do público pelo assunto de tratamento de águas chamou a atenção dos palestrantes, que confirmaram que o tema tem ganhado notoriedade entre outros assuntos de interesse público.

O objetivo do DNTA foi levar a temática de tratamento da águas sob vários aspectos, como por exemplo, água para o setor do ar condicionado, ventilação e refrigeração, que se trata de uma água de processo que necessita de tratamento específico, haja vista, que o ar condicionado é imprescindível nos processos utilizados em ambientes hospitalares. Também esteve em destaque as águas classificadas para sistemas de hemodiálise e a importância do tratamento e a proteção de equipamentos que fornecem águas com essa qualidade. Normas e recomendações que norteiam o usuário para o uso classificado da água em ambientes hospitalares também estiveram na pauta. E, por fim, alguns cases relacionados a qualidade de águas em equipamentos, como por exemplo, águas para termodesinfectoras.