• Número de novos projetos LEED registrados aumentou em 2016
• Abril teve o melhor resultado de novos projetos desde 2012

Contrariando a estimativa negativa em face das consequências da crise política e econômica, o mercado da construção sustentável no Brasil cresceu no primeiro quadrimestre de 2016, em comparação com o mesmo período nos anos anteriores. Segundo dados do Green Building Council Brasil, organização que visa fomentar a indústria de construção sustentável no país, foram registradas no período 73 novas certificações LEED, sistema internacional que avalia os projetos sob diferentes critérios de eficiência e racionalização de recursos, atestando a sua sustentabilidade, e que é utilizado para mensurar o crescimento do movimento de green building no Brasil.

“Esse resultado faz com que 2016 desponte como um dos melhores anos para o movimento”, afirma Felipe Faria, diretor executivo do Green Building Council Brasil. “Os registros de novos projetos com certificações LEED e Referencial GBC Brasil Casa obtidos no começo de 2016 superam os dos anos anteriores.

Foram 73 novos projetos registrados LEED e oito novos projetos Referencial GBC Brasil Casa.”

O resultado do primeiro quadrimestre de 2016 é inferior apenas ao do mesmo período de 2012 que teve 90 registros de certificações LEED. “Nos anos de 2013, 2014 e 2015 tivemos, respectivamente, 71, 29 e 45 novos projetos LEED e Referencial GBC Brasil Casa. Já o mês de abril de 2016 registrou o recorde no número de novos projetos, sendo 33 registros LEED e dois registros Referencial GBC Brasil Casa somente em 30 dias”, assinala o diretor.

Felipe Faria cita também pesquisa publicada no Relatório Mundial 2015 do World Green Building Council, segundo a qual, no Brasil, 36% dos profissionais e empresas de diversos setores da indústria da construção confirmaram que, até 2018, mais de 60% dos seus projetos serão verdes. “Na pesquisa anterior, divulgada em 2012, apenas 6% mencionaram esse comprometimento, tendo o ano de 2015 como horizonte”, lembra o dirigente.

O Referencial GBC Brasil Casa é uma ferramenta de certificação para o setor residencial, que vem sendo desenvolvida desde 2011 pelo Comitê Técnico da Organização, integrado por mais de 200 profissionais voluntários. A iniciativa também pode ser considerada um programa eficiente de educação e disseminação das práticas de construção sustentável, que fornece conceito, métricas, parâmetro técnico conceito e conhecimentos necessários para projetar, construir e operar residências com alto desempenho econômico, social e ambiental, dentre eles loteamentos, edifícios e condomínios residenciais. Segundo Felipe Faria, foram realizados sete treinamentos, capacitando 130 profissionais, sendo cinco na cidade de São Paulo e dois no Rio de Janeiro e a iniciativa já conta com 40 consultores acreditados.

“Por diversos fatores, o movimento de Green Building mantém o otimismo”, afirma o diretor do GBC Brasil. “Há anos o conceito de construção sustentável deixou de ser tendência, e consolidou-se como uma transformação necessária, na qual devemos investir a todo momento na geração de oportunidades. Cabe às lideranças do setor trabalharem para estimular ainda mais a consciência do mercado sobre a importância da sustentabilidade nas construções do país – que está presente sobretudo no segmento corporativo, mas também nos projetos residenciais – e, ao mesmo tempo, incentivar o poder público a criar políticas de fomento à construção sustentável”, conclui o dirigente.

Um dos principais instrumentos desse processo de conscientização e transformação é a Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo 2016 que será realizada, em sua sétima edição, de 9 a 11 de agosto, no SP Expo Exhibition & Convention Center, em São Paulo.

Considerado o mais importante evento do setor de construção sustentável da América Latina, a Greenbuilding Brasil 2016 promoverá uma ampla disseminação de práticas inovadoras e casos de sucesso, através de mais de 70 apresentações de renomados especialistas nacionais e internacionais. 

Com um público visitante estimado em 8 mil profissionais dos setores de Arquitetura, Construção e Design, a Greenbuilding Brasil oferecerá também uma ampla gama de serviços, negócios e networking.

Fonte: Greenbuilding Brasil