Inovações, conhecimento e qualificação do setor HVAC-R marcaram a 10ª edição do Mercofrio

Notícias

294054_639612_solenidade_de_encerramento_mercofrio_2016__18_-1

Congresso promovido pela ASBRAV reuniu cerca de 450 profissionais em seus três dias de palestras e eventos técnicos e científicos, consolidando-se como a grande vitrine de discussões sobre temas relevantes do segmento

o 10º Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação – Mercofrio 2016 contemplou palestras técnicas de qualidade, apresentação de trabalhos acadêmicos e científicos e uma fundamental disseminação de conhecimento e inovações para o setor. O evento, promovido pela ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, consolidou-se como a grande vitrine de discussões e qualificação dos mais variados temas ligados ao setor de HVAC-R (Heating, Ventilating and Air Conditioning).

Realizado na Fiergs, em Porto Alegre (RS), a edição deste ano teve a presença de aproximadamente 450 profissionais e estudantes da área, em seus três dias de realização, de vários estados brasileiros e de países como Estados Unidos, Suécia e Dinamarca, entre outros. Isso demonstra, de acordo com a presidente da ASBRAV, Hani Lori Kleber, a credibilidade conquistada pelo Mercofrio ao longo de suas dez edições.

– Contamos, novamente, com palestrantes do mais alto quilate. Conquistamos mais conhecimento, observamos inovações e novas tecnologias que são fundamentais para promovermos o desenvolvimento do setor. A ASBRAV, desta forma, mais uma vez cumpriu seu papel de qualificar os profissionais e as empresas do segmento – enfatizou Hani Lori Kleber.

Para o diretor do evento, Mário Alexandre Ferreira, foi uma oportunidade ímpar de reunir um público integrado por professores, engenheiros, arquitetos, projetistas, consultores técnicos e acadêmicos, gerando conhecimento e troca de informações e experiências que contribuem, significativamente, para o desenvolvimento do setor.

O Mercofrio 2016 teve 16 conferências, 39 sessões técnicas, com apresentações acadêmicas e trabalhos científicos, e dois minicursos.

Sustentabilidade, conforto térmico e regulamentações técnicas

O condicionamento passivo e os efeitos que isso causa nas edificações foi o tema da palestra ministrada pelo diretor do Chapter Brasil da ASHRAE, Francisco Dantas. Segundo ele, o início do projeto de qualquer edificação é fundamental para definir a capacidade de eficiência energética, com estruturação dos sistemas e seus componentes que permitam a implementação de soluções mais integradas, eficientes e com menor impacto ambiental.

Para Dantas, sistemas eficientes de climatização são aqueles que, além de reduzirem o consumo energético, promovem cuidados no tratamento do ar interior da edificação.

Diferentemente do que muita gente pensa, quando se fala em construção sustentável, estão sendo abordados conceitos já existentes há mais de 100 anos. O que mudou é a tecnologia existente para aplicação dessas práticas. A palestra de Guido Petinelli trouxe exemplos de empreendimentos onde foram trabalhados esses tópicos. O palestrante falou sobre o ciclo de inovação e lembrou que aproximadamente 15% do perfil de consumidor é formado pelos “inovadores”, ou seja, aqueles que buscam vantagem competitiva.

– Se a gente pensa em eficiência energética, simulação e comissionamento, não consigo vender para a grande maioria do mercado, sem antes conquistar esses “inovadores”. É esse primeiro grupo que permite quantificar o valor e benefício das ações para que o segundo grupo do mercado, tenha o convencimento da importância do investimento – afirmou Guido.

O dinamarquês Knud Foldschack, da Heatex, empresa sueca que desenvolve, fabrica e vende trocadores de calor tipo ar-ar para sistemas de recuperação de ventilação, falou sobre este processo que tem crescido, fortemente, nos Estados Unidos e na Europa.

– Hoje, na Europa, o ar condicionado e os sistemas de ventilação respondem por 15% do consumo de energia do continente, obrigando a serem criadas alternativas para reduzir isso. É preciso trabalhar com maior intensidade a questão da recuperação de ventilação, pois ela, a médio prazo, gera uma substancial economia para os empreendimentos que a utilizam. É a isso que nos dedicamos na Heatex – salientou Knud Foldschack.

Finalizando a primeira parte das conferências do último dia do Mercofrio 2016, o norte-americano Terry Townsend, da DL ASHRAE comandou uma divertida competição com o público presente, dividindo-o em dois grupos e os estimulando a solucionar problemas que prejudicavam a eficiência energética em prédios indicados por ele.

– A ideia foi disseminar novas tecnologias e informações sobre a qualidade do ambiente e eficiência energética em edificações, estimulando nossos colegas a descobrir as falhas existentes nos prédios analisados e a apontarem soluções para estes problemas – salientou Townsend.

O primeiro painelista da tarde foi o representante da Midea Carrier, Cristiano Brasil, que destacou o papel da empresa em duas ações de grande relevância: o fornecimento de solução de última geração para ajudar a preservar os afrescos de Michelangelo na Capela Sistina, no Vaticano; e seu papel como principal fornecedora dos equipamentos de climatização das instalações do Jogos Olímpicos Rio 2016, no Rio de Janeiro.

– A Midea Carrier demonstrou sua experiência em gerenciar controle climático para os maiores espaços esportivos.

Nos Jogos de futebol da Copa do Mundo da FIFA de 2014, nossas soluções foram instaladas em 9 das 12 arenas construídas para a competição, totalizando 78% das obras. Agora, nós alcançamos 98% das obras em novas arenas desportivas e instalações auxiliares dos Jogos Olímpicos Rio 2016 – ressaltou Cristiano Brasil.

Finalizando as conferências do 10o Mercofrio, foi realizado o painel promovido pela empresa gaúcha Frigelar, tendo como tema central a Norma 16401 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Participaram do encontro o professor da Universidade Federal de Santa Catarina, Roberto Lamberts, que fez relato sobre conforto térmico; o presidente do Chapter Brasil da Ashrae, Willi Hoffmann, destacando a filtração* de ar nos equipamentos; e o diretor do Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores (DNPC), Mário Sérgio de Almeida, que falou renovação de ar.

A 11ª edição do Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação -Mercofrio, será realizada em setembro de 2018.

* O termo técnico para o elemento “ar” é “filtração” sendo o uso da palavra “filtragem” dedicado ao elemento água.

Fontes: César Moraes e Marcelo Matusiak